Páginas

22 de julho de 2011

Uma breve e clara introdução a Sustentabilidade

video

     Como primeiro artigo, vamos esclarecer o significado desta palavra que atualmente está presente em todos os setores da economia, nas universidades, na televisão, mas mesmo assim para muitos o significado ainda não está claro.
     Oficialmente, o conceito "desenvolvimento sustentável" ou "sustentabilidade" foi apresentado pela primeira vez na Assembléia Geral das Nações Unidas em 1979. Foi assumido pelos governos e pelos organismos militares a partir de 1987 quando, depois de quase mil dias de reuniões de especialistas convocados pela ONU sob a coordenação da primeira Ministra da Noruega Gro Brundland, se publicou o documento Nosso Futuro Comum. É lá que aparece a definição tornada clássica: “sustentável é o desenvolvimento que satisfaz as necessidades presentes, sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprir suas próprias necessidades”.
    Segundo Leonardo Boff (teólogo, escritor e professor universitário), na verdade, o conceito possui uma pré-história de quase três séculos. Ele surgiu da percepção da escassez de recursos. As potências coloniais e industriais européias desflorestaram vastamente seus territórios para alimentar com lenha a incipiente produção industrial e a construção de seus navios, com os quais transportavam mercadorias e submetiam militarmente grande parte dos povos da Terra. Mas será que estes conceitos antigos de sustentabilidade tem o mesmo significado do usado atualmente? Como tudo no mundo se desenvolveu, a sustentabilidade não ficou para trás e também está mais robusta. Hoje temos a Sustentabilidade Coorporativa, Economia Sustentável, Políticas Sustentáveis, etc. E essa diversificação e aprofundamento do tema que é destaque atualmente só chegou nesse patamar por única e exclusivamente culpa de ações humanas! Vou explicar, diversos fatores influenciaram o ambiente para chegarmos nesse ponto, o aumento populacional,  o consumo excessivo,  a falta de políticas ambientais e sociais, junto com uma economia sem limites consequentemente trouxe consigo alguns problemas que hoje estamos lutando para resolver, como o consumo excessivo de energias (não limpas), excesso de lixo, poluição atmosférica, aquecimento global e por que não, crises econômicas. A Sustentabilidade de hoje é algo bem diferente de alguns anos atrás, é uma realidade sem volta, que precisaremos nos readaptar a uma relaidade vivida até poucos anos atrás. O Desenvolvimento Sustentável de hoje é a ferramenta fundamental para alterarmos este ciclo de devastação e consumo para um ciclo de prosperidade sem crescimento, o que é sim possível (discutiremos em breve este assunto).  O conceito atual de sustentabilidade baseia-se basicamente no chamado Tripple Botton Line, que nada mais é do que uma relação positiva entre impactos sociais ambientais e economicos, como exemplo vou usar a Cidade de São Paulo, falando economicamente a cidade vai muito bem obrigado, é a principal economia do Brasil e tem grande destaque no mundo, porém na questão social observamos graves problemas como índice de analfabetismo, pobreza, diferenças sociais, violência, entre outros, na questão ambiental enfrenta problemas com o gerenciamento do lixo, poluição do ar e rios, sem contar que a cidade hoje não tem capacidade para gerar alimento e energia para seus próprios moradores. Este é um exemplo real de desequilibrio que serve para nos ajudar a entender qual o cenário ideal, para que serve termos uma cidade rica economicamente e miserável nos quesitos sociais e ambientais? A Sustentabilidade busca exatamente o equilibrio e sucesso destes tres fatores.  Este conceito aplica-se a qualquer tipo de organização, estado, empresas, tanto públicas ou privadas, desde prestadores de serviços, bancos, grandes indutrias de pequeno médio ou grande portes.
   A transformação está acontecendo gradativamente e muitos paradigmas que travam este processo estão sendo quebrados, o comportamento humano está se alterando, inovações teconológicas "verdes" surgem todos os dias e a econômia do planeta está sendo repensada. O caminho é longo, e vale frizar que não é papel do desenvolvimento sustentável solucionar todos os problemas do mundo, mas sim focar no que realmente irá fazer a diferença entre termos um mundo com vida para as próximas gerações ou não! Essa mudança felizmente ou infelizmente terá que acontecer agora na nossa geração.
    Na próxima postagem vamos abordar o tema Economia Sustentável, aproveitando este momento de crise e mudança do eixo economico poderemos discutir qual a influencia da economia no precesso de desenvolvimento sustentável.

2 comentários:

  1. Muito bom o seu artigo! Só recomendaria trocar o fundo porque fica ruim de ler, mas o conteúdo está ótimo!

    Abcs,

    ResponderExcluir
  2. Grande iniciativa, Diego! Parabéns pelo blog e esperamos ver muitos posts novos! Lembrando que você pode adicionar gratuitamente um widget da Revista Sustentabilidade, é muito fácil: http://t.co/44gtRAS Abraços!

    ResponderExcluir